segunda-feira, 3 de maio de 2010

Vi na Livraria #1



Mais um meme aqui no blog! Esse foi idealizado pela Aline e funciona da seguinte maneira: Aqui vamos falar de um livro que nos interessou na estante da livraria, mas não está na nossa lista de leituras mais imediata. É simplesmente um livro que você gostou da capa, da sinopse, mas não teve aquele impulso louco de comprar NOW!. (haha) Achei bastante interessante, pois vivo rondando livrarias e sempre tem livros e livros me chamando atenção.

Esse livro, apesar do título meio auto-ajuda (oi, auto-ajuda pra adultérios -Q), me chamou atenção enquanto estava olhando as prateleiras da Livraria Imperatriz. Os livros sobre mulheres já casadas não são lá meus preferidos, mas eu gosto também. Achei a proposta do livro bem interessante pela sinopse, e quando um dia, quem sabe, eu o ler, espero gostar da narrativa também. ^^ Alguém já leu e quer expressar sua opinião? (:

Adultério para Iniciantes (Sarah Duncan)

E foram felizes para sempre... Mas para Isabel Freeman seu conto de fadas particular parece ter um final diferente. Apesar dos muitos anos de uso, o sapatinho de cristal cisma em apertar seus dedos. Em Adultério para iniciantes, a inglesa Sarah Duncan faz uma divertida análise do sonho do matrimônio. Com diálogos afiados e muita ironia, ela acompanha as aventuras extraconjugais de Isabel e mostra as dificuldades de ser esposa e mãe neste início de século. Isabel e Neil Freeman são casados há muito tempo. Enquanto a rotina se ajusta como uma luva para o tranqüilo Neil, Isabel - esposa profissional e mãe estressada 24 horas por dia, sete dias por semana - está esgotada. Com saudades da vida de solteira e da ausência de responsabilidades e cobranças. Quando a família volta à Inglaterra, depois de uma temporada no exterior, Isabel percebe que atingiu um ponto sem retorno. Cansada de ser a mulher de Neil ou a mãe de Michael , ela consegue um trabalho de meio período. O problema é que seu patrão, apesar de desorganizado, é para lá de interessante. Completamente alheia ao universo do assédio sexual, ela simplesmente se envolve com o bonitão. Isabel é lançada num torvelinho de desejos, lealdades e responsabilidades conflitantes, em cujo âmago está a questão angustiante - uma esposa adúltera pode ser boa mãe?

3 comentários:

Iris disse...

Esse meme é muito legal :}
Nunca tinha ouvido falar desse livro
;*

ALINE disse...

Oi Mari! Que legal, fiquei super feliz que você aderiu ao meme! =D
Sobre o livro, devo dizer que achei o máximo o título! Mesmo com essa carinha de auto-ajuda, ele mostra uma boa dose de ironia, como se fosse uma "auto-ajuda para algo não tão exemplar" haha. Achei a sinopse bem interessante, principalmente pela questão deixada no ar no final. Fiquei com a impressão de que o livro traz uma história bem próxima à realidade, onde as pessoas erram em uns aspectos, mas se comportam de forma legal em outros; ou seja, como todo ser humano! Gostei!!!

Bjão!

Aline - escrevendoloucamente.blogspot.com

lais disse...

nossos gostos sao tao diferentes.. eu nunca qro ler nenhum livro que tu fala. É bom pra gnt trocar livro. ahieuhaiuehiae

=**

Postar um comentário

Obrigada por participar do blog!

 
BlogBlogs.Com.Br